O que é e para que serve a reserva de emergência?

Basicamente, ela é uma reserva financeira para atender imprevistos e oportunidades. Imagine que você perca a sua principal fonte de renda, bata o carro ou precise fazer uma manutenção na sua casa, isso bagunçaria as suas finanças e o seu emocional, certo? Com a reserva, você ficaria mais tranquilo(a), pois saberia que teria dinheiro suficiente para esses imprevistos.

Agora, imagine uma coisa boa! Você está planejando fazer uma viagem e simplesmente “surge” um grande desconto nas passagens aéreas. A reserva pode ser utilizada para aproveitar essa oportunidade e economizar um bom dinheiro (mas depois não esqueça de recompor a sua reserva!).

Como calcular o valor da reserva?

Isso depende muito da sua empregabilidade. Se você é CLT e tem certa facilidade de encontrar um emprego, uma reserva de 6x os seus gastos mensais está ótimo. Se você é trabalhador autônomo, o ideal são 12x.

O cálculo é simples, se você gasta 4000 reais por mês, sua reserva precisa ser de 24000 reais (4000×6), caso seja CLT, ou 48000 (4000×12), caso seja autônomo.

Essas são recomendações, mas se achar que precisa de MAIS ou MENOS meses de reserva para ter tranquilidade, faça da forma que ficar mais confortável pra você ;).

Em qual produto deixar o dinheiro?

A ideia é que seja algo extremamente seguro e que possua alta liquidez, ou seja, que você tenha acesso ao dinheiro o mais rápido possível. Para isso, temos os seguintes produtos:

  • Tesouro Selic;
  • CDB de liquidez diária (com rentabilidade igual ou próxima a 100% do CDI);
  • Fundo de Renda Fixa de liquidez diária (com rentabilidade igual ou próxima a 100% do CDI).

É isso, simples assim!

Bora focar na reserva de emergência pra terminar ela o mais rápido possível?

você pode gostar também
Comentários
Carregando...